Figado intoxicado e edemas: Qual a relação?

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Figado intoxicado e edemas: Qual a relação?

Quando você pensa em fígado intoxicado, você consegue fazer a ligação com a formação de edemas?

Não? Então eu vou te explicar! O fígado sintetiza albumina, que compõe 70% das nossas proteínas plasmáticas.

As proteínas plasmáticas, são responsáveis por fazerem a reabsorção de líquidos do espaço intersticial para o sistema venoso, através da pressão oncótica.

Mas como isso acontece? As proteínas são hidrofílicas, ou seja, atraem água, contribuindo diretamente com a dinâmica dos fluidos do nosso corpo.

Um fígado intoxicado, bem como uma lesão hepática, interfere diretamente neste processo, pela redução da síntese de proteínas, provocando, então, um déficit na reabsorção de líquidos.

Com a redução da concentração das proteínas do sistema venoso –  Pressão Oncótica (PO), o líquido fica acumulado no interstício, pois o sistema linfático não consegue reabsorver tudo!

Entenderam? Avaliar um edema vai muito além de um Sinal de Cacifo! Precisamos encontrar a sua causa para encontrarmos o melhor tratamento!

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin